16 de dez de 2011

Espetáculo "Somático" encerra a programação da Agenda Cultural 2011

Como parte das atividades da sua Agenda Cultural, o Museu Victor Meirelles programou para a próxima quinta-feira, dia 22 de dezembro, às 20 horas, um espetáculo de dança que mistura teatro, música e videoarte. Trata-se da performance Somático, sucesso em vários palcos do Brasil e do exterior, realizada pelos artistas Monica Siedler e Roberto Freitas.


Somático dá continuidade à pesquisa artística de Monica e Roberto, que investigam na cena a relação entre corpo e live act, termo que significa criação baseada no improviso em tempo real de vídeo e áudio. Neste contexto a imagem é pensada enquanto espaço de transcendência, onde o que é visto ultrapassa a superfície tautológica da própria imagem e se desdobra em conteúdos não premeditados.


Pequenas narrativas confundem-se e perdem-se diante de um espaço vazio e descontextualizado. Como um fantasma, a presença do performer entra em conflito permanente com um universo de estereótipos, acabando derrotado em sua expressividade. Nas palavras do crítico Victor da Rosa, “a etimologia de somático nos diz qualquer coisa, em oposição ao psíquico, relativo ao corpo: soma. A partícula soma, por sua vez, multiplica os sentidos, recebendo inclusive, como queira, a própria ideia de multiplicação: adição, conjunto, volume”.
Selecionado pelo prêmio Elisabete Anderle de Estímulo a Cultura, em 2010, Somático estreou em julho daquele ano, dentro da programação do Vértice Brasil, festival de teatro feito por mulheres, que reuniu artistas de vários países. Em seguida fez curta temporada no Teatro da UBRO e depois no Teatro do SESC Prainha, ambos em Florianópolis.


Em abril de 2011 a performance foi mostrada no Festival de Otoño de Paraná, em Entre Rios, na Argentina e, no mês de agosto, no Festival Sete Caminos Teatrales na cidade de Guanajuato, no México. Recentemente, em novembro passado, Somático fez parte da programação de dança da Maratona Cultural de Florianópolis.


Por razões de espaço, Somático vai ser apresentado no Museu da Escola Catarinense, que fica na Rua Saldanha Marinho, 196, no Centro, Florianópolis. A entrada é gratuita.

Os Artistas

Monica Siedler
é atriz com graduação e mestrado em teatro pela UDESC. Participou de vários curtas metragens produzidos em Santa Catarina e no teatro destacam-se os trabalhos nas produções Mi Muñequita, que cumpriu circuito nacional pelo projeto SESC Palco Giratório 2010, e Teatro de Quinta - Um Show de Humor, que teve apresentações sistemáticas pelo estado de Santa Catarina, de 2008 a 2010. Monica também possui experiência em dança contemporânea, tendo integrado, desde sua fundação, em 2004, até 2007, a Andras Cia de Dança e Teatro, dirigida pelo coreógrafo Milton de Andrade. Com o grupo participou dos espetáculos 7 solos, em 2004, Quixote - prêmio DAMS, Bolonha, Itália, em 2005, e Butterfly - prêmio Funarte Klauss Vianna, em 2006. Na televisão atuou na série Você Decide e na novela Laços de Família, de 2000, ambas na Rede Globo.

Roberto Freitas é graduado em Artes Plásticas, pela Universidade do Estado de Santa Catarina e mestre em Poéticas, Teoria e Crítica da Arte, pela mesma universidade. Entre 2004 e 2010 foi assessor para artes plásticas do SESC-SC, sendo um dos coordenadores do Projeto Pretexto. Atualmente Roberto participa do projeto de dança Certezas de Incompletude, com o Cena 11 Cia. de Dança, de Florianópolis, e Luis Garay Cia. de Dança, de Buenos Aires, Argentina. Destacam-se ainda as participações nos projetos Os Kurokos, performance com outros artistas, em São Paulo, O Fantástico Homem que Imita a si Mesmo, montagem teatral vencedora do prêmio Funarte Myriam Muniz 2010, Pequenos Desejos Dançados, no Instituto Meyer Filho e Respiro, no Centro Cultural Casa da Lagoa, ambos em Florianópolis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário